Meu Perfil
Um blog de esquerda sobre política, literatura, música e cultura em geral, com algum arquivo sobre futebol. Estamos na rede desde 28/10/2004.



Email:
idelberavelar arroba gmail ponto com

No Twitter No Facebook No Formspring No GoogleReader RSS/Assine o Feed do Blog

O autor
Curriculum Vitae
 Página pessoal em Tulane


Histórico
 maio 2011
 março 2011
 fevereiro 2011
 janeiro 2011
 dezembro 2010
 novembro 2010
 outubro 2010
 setembro 2010
 agosto 2010
 agosto 2009
 julho 2009
 junho 2009
 maio 2009
 abril 2009
 março 2009
 fevereiro 2009
 janeiro 2009
 dezembro 2008
 novembro 2008
 outubro 2008
 setembro 2008
 agosto 2008
 julho 2008
 junho 2008
 maio 2008
 abril 2008
 março 2008
 fevereiro 2008
 janeiro 2008
 dezembro 2007
 novembro 2007
 outubro 2007
 setembro 2007
 agosto 2007
 julho 2007
 junho 2007
 maio 2007
 abril 2007
 março 2007
 fevereiro 2007
 janeiro 2007
 novembro 2006
 outubro 2006
 setembro 2006
 agosto 2006
 julho 2006
 junho 2006
 maio 2006
 abril 2006
 março 2006
 janeiro 2006
 dezembro 2005
 novembro 2005
 outubro 2005
 setembro 2005
 agosto 2005
 julho 2005
 junho 2005
 maio 2005
 abril 2005
 março 2005
 fevereiro 2005
 janeiro 2005
 dezembro 2004
 novembro 2004
 outubro 2004


Assuntos
 A eleição de Dilma
 A eleição de Obama
 Clube de leituras
 Direito e Justiça
 Fenomenologia da Fumaça
 Filosofia
 Futebol e redondezas
 Gênero
 Literatura
 Metablogagem
 Música
 New Orleans
 Palestina Ocupada
 Polí­tica
 Primeira Pessoa



Indispensáveis
 Agência Carta Maior
 Ágora com dazibao no meio
 Amálgama
 Amiano Marcelino
 Os amigos do Presidente Lula
 Animot
 Ao mirante, Nelson! (in memoriam)
 Ao mirante, Nelson! Reloaded
 Blog do Favre
 Blog do Planalto
 Blog do Rovai
 Blog do Sakamoto
 Blogueiras feministas
 Brasília, eu vi
 Cloaca News
 Consenso, só no paredão
 Cynthia Semíramis
 Desculpe a Nossa Falha
 Descurvo
 Diálogico
 Dilma na Rede
 Diário gauche
 ¡Drops da Fal!
 Escreva, Lola, escreva
 Futebol política e cachaça
 Guaciara
 Histórias brasileiras
 Impedimento
/  O Ingovernável
 Já matei por menos
 João Villaverde
 Liberal libertário libertino
 Uma Malla pelo mundo
 Marjorie Rodrigues
 Mary W
 Milton Ribeiro
 Mundo-Abrigo
 NaMaria News
 Na prática a teoria é outra
 Opera Mundi
 O palco e o mundo
 Palestina do espetáculo triunfante
 Pedro Alexandre Sanches
 O pensador selvagem
 Pensar enlouquece
 Politika etc.
 Quem o machismo matou hoje?
 Rafael Galvão
 Recordar repetir elaborar
 Rede Brasil Atual
 Rede Castor Photo
 Revista Fórum
 RS urgente
 Sergio Leo
 Sexismo na política
 Sociologia do Absurdo
 Sul 21
 Tiago Dória
 Tijolaço
 Todos os fogos o fogo
 Túlio Vianna
 Urbanamente
 Wikileaks: Natalia Viana



Visito também
 Abobrinhas psicodélicas
 Ademonista
 Alcinéa Cavalcante
 Além do jogo
 Alessandra Alves
 Alfarrábio
 Alguém testou
 Altino Machado
 Amante profissional
 Ambiente e Percepção
 Arlesophia
 Bala perdida
 Balípodo
 Biajoni!
 Bicho Preguiça
 Bidê Brasil
 Blah Blah Blah
 Blog do Alon
 Blog do Juarez
 Blog do Juca
 Blog do Miro
 Blog da Kika Castro
 Blog do Marcio Tavares
 Blog do Mello
 Blog dos Perrusi
 Blog do Protógenes
 Blog do Tsavkko, Angry Brazilian
 Blogafora
 blowg
 Borboletas nos olhos
 Boteco do Edu
 Botequim do Bruno
 Branco Leone
 Bratislava
 Brontossauros em meu jardim
 A bundacanalha
 Cabaret da Juju
 O caderno de Patrick
 Café velho
 Caldos de tipos
 Cão uivador
 Caquis caídos
 O carapuceiro
 Carla Rodrigues
 Carnet de notes
 Carreira solo
 Carta da Itália
 Casa da tolerância
 Casa de paragens
 Catarro Verde
 Catatau
 Cinema e outras artes
 Cintaliga
 Com fé e limão
 Conejillo de Indias
 Contemporânea
 Contra Capa
 Controvérsia
 Controvérsias econômicas
 Conversa de bar
 Cria Minha
 Cris Dias
 Cyn City
 Dançar a vidao
 Daniel Aurélio
 Daniel Lopes
 de-grau
 De olho no fato
 De primeira
 Déborah Rajão
 Desimpensável/b>
 Diário de Bordo
 Diario de trabajo
 Didascália e ..
 Diplomacia bossa nova
 Direito e internet
 Direitos fundamentais
 Disparada
 Dispersões, delírios e divagações
 Dissidência
 Dito assim parece à toa
 Doidivana
 Dossiê Alex Primo
 Um drible nas certezas
 Duas Fridas
 É bom pra quem gosta
 eblog
 Ecologia Digital
 Educar para o mundo
 Efemérides baianas
 O escrevinhador
 Escrúpulos Precários
 Escudinhos
 Estado anarquista
 Eu sei que vivo em louca utopia
 Eu sou a graúna
 Eugenia in the meadow
 Fabricio Carpinejar
 Faca de fogo
 Faça sua parte
 Favoritos
 Ferréz
 Fiapo de jaca
 Foi feito pra isso
 Fósforo
 A flor da pele
 Fogo nas entranhas
 Fotógrafos brasileiros
 Frankamente
 Fundo do poço
 Gabinete dentário
 Galo é amor
'  Garota coca-cola
 O gato pré-cambriano
 Geografias suburbanas
 Groselha news
 Googalayon
 Guerrilheiro do entardecer
 Hargentina
 Hedonismos
 Hipopótamo Zeno
 História em projetos
 Homem do plano
 Horas de confusão
 Idéias mutantes
 Impostor
 Incautos do ontem
 O incrível exército Blogoleone
 Inquietudine
 Inside
 Interney
 Ius communicatio
 jAGauDArTE
 Jean Scharlau
 Jornalismo B
 Kit básico da mulher moderna
 Lady Rasta
 Lembrança eterna de uma mente sem brilho
 A Lenda
 Limpinho e cheiroso
 Limpo no lance
 Língua de Fel
 Linkillo
 Lixomania
 Luz de Luma
 Mac's daily miscellany
 O malfazejo
 Malvados
 Mar de mármore
 Mara Pastor
 Márcia Bechara
 Marconi Leal
 Maria Frô
 Marmota
 Mineiras, uai!
 Modos de fazer mundos
 Mox in the sky with diamonds
 Mundo de K
 Na Transversal do Tempo
 Nación apache
 Nalu
 Nei Lopes
 Neosaldina Chick
 Nóvoa em folha
 Nunca disse que faria sentido
 Onde anda Su?
 Ontem e hoje
 Ou Barbárie
 Outras levezas
 Overmundo
 Pálido ponto branco
 Panóptico
 Para ler sem olhar
 Parede de meia
 Paulodaluzmoreira
 Pecus Bilis
 A pequena Matrioska
 Peneira do rato
 Pictura Pixel
 O pífano e o escaninho
 Pirão sem dono
 políticAética
 Política & políticas
 Política Justiça
 Politicando
 Ponto e contraponto
 Ponto media
 Por um punhado de pixels
 Porão abaixo
 Porco-espinho e as uvas
 Posthegemony
 Prás cabeças
 Professor Hariovaldo
 Prosa caótica
 Quadrado dos Loucos
 Quarentena
 Que cazzo
 Quelque chose
 Quintarola
 Quitanda
 Radioescuta Hi-Fi
 A Realidade, Maria, é Louca
 O Reduto
 Reinventando o Presente
 Reinventando Santa Maria
 Retrato do artista quando tolo
 Roda de ciência
 Samurai no Outono
 Sardas
 Sérgio Telles
 Serbão
 Sergio Amadeu
 Sérgio blog 2.3
 Sete Faces
 Sexismo e Misoginia
 Silenzio, no hay banda
 Síndrome de Estocolmo
 O sinistro
 Sob(re) a pálpebra da página
 Somos andando
 A Sopa no exílio
 Sorriso de medusa
 Sovaco de cobra
 Sub rosa v.2
 SublimeSucubuS
 Superfície reflexiva
 Tá pensando que é bagunça
 Talqualmente
 Taxitramas
 Terapia Zero
 A terceira margem do Sena
 Tiago Pereira
 TupiWire
 Tom Zé
 Tordesilhas
 Torre de marfim
 Trabalho sujo
 Um túnel no fim da luz
 Ultimas de Babel
 Um que toque
 Vanessa Lampert
 Vê de vegano
 Viajando nas palavras
 La vieja bruja
 Viomundo
 Viraminas
 Virunduns
 Vistos e escritos
 Viva mulher
 A volta dos que não foram
 Zema Ribeiro







selinho_idelba.jpg


Movable Type 3.36
« Como é conhecer um ídolo? :: Pag. Principal :: Literatura Argentina - Biblioteca Básica »

sábado, 09 de abril 2005

Post semanal de metablogagem

Eu não poderia começar o post de hoje sem dar uma satisfação a vocês que me deixaram mensagens de encorajamento no momento da angústia da preparação da palestra sobre Julio Cortázar aqui em Rutgers. A palestra correu maravilhosamente. Foi do caralho. Auditório lotadaço. Aperitivos de vídeos com a voz de Cortázar para começar. O grande Tomás Eloy Martínez recordou sua amizade com Cortázar num depoimento comovente. A palestra do blogueiro foi muito bem recebida: gerou perguntas e um debate no qual dirimiu-se completamente o medo de que minha interpretação “crítica” não fosse bem aceita num evento de “homenagem”. A galera basicamente concordou com minha leitura. A discussão continuou durante a tarde, num belo almoço.

Já fui bem tratado em vários lugares, mas este extraordinário departamento de Rutgers passou dos limites. Meu muito obrigado a Marcy Schwartz, que organizou o evento; a Tomás Eloy Martínez, a Graciela Montaldo e a Sergio Chejfec (olho neste escritor, meu caro Ina!), pela recepção amiga. Muito obrigado também a um carinhoso grupo de alunos de pós-graduação (todos do Cone Sul: chilenos ou argentinos) que me levaram para jantar. Sou muito grato a Julieta (que já passou pelo blog), Macarena, Selma, Alfredo, e o casal Felipe e Claudia (e sua filhinha Elisa, bebê tranqüilíssimo). Esta galera já tem onde dormir quando passear em Nova Orleans ou em Belo Horizonte. Eu já falei isso com vocês: se há uma coisa que mineiro não esquece é de quem o recebe bem, com hospitalidade.

Desculpem esses dois parágrafos de rasgação de seda, mas eram necessários. Eu fui tratado bem demais aqui. Na manhã deste sábado saio do hotel mas fico mais um dia em New Jersey. Passo o próximo dia e noite na casa de meus amigos argentinos Graciela e Sergio.

Comecei a achar os sinais de vida inteligente na hispanoblogosfera. É verdade que há muito pouco e que ela não se compara com a nossa. Mas hoje descobri que o editor do suplemento cultural do Página 12, meu caro Daniel Link, de nome bem apropriado, já tem o seu blog. Ainda não escrevi ao Daniel. Podem ir lá assustá-lo com uma enxurrada de visitas. Avisem que falta uma caixa de comentários. Mas o blog é bom.

Por falar em Link, sem trocadilhos, o Biscoito Fino e a Massa linkou hoje sete novos blogs: o belíssimo literário coletivo Focando, o singelo mas potente Bula Bula, o inteligente Rei Açúcar, a nossa amiga teen Menina Prodígio, a minha fiel leitora e blogueira Roberta Febran, o finíssimo Cadernos de Escritura e o sucinto mas constante Cria Minha, o primeiro blog cruzeirense linkado no Biscoito, o que prova nosso compromisso com a tolerância e com o respeito às opiniões divergentes, por mais absurdas que sejam (brincadeirinha, viu Fefê?). Por isso eu não peço nem retribuo link: mantenho o direito de linkar quando já estou lendo e recomendando.

Aqui vai um genuíno parêntesis: todos os novos links, feitos depois da mudança do UOL, aparecem normalmente aqui à esquerda, mas quando estamos dentro do permalink de um post específico, só aparecem listados os blogs já linkados na época da mudança. Alguém saberá por quê? Na certa o grande Fábio ou o grande Rafa terão a resposta, e ela será simples, mas se for muito simples, deixem na caixa de comentários que eu arrumo.

Este blogueiro chegou à preocupante situação de estar lendo 120 blogs regularmente. Se está linkado aqui à esquerda é porque eu visito, em intervalos nunca maiores que três ou quatro dias.

Um par de comentários de ontem, junto com alguns outros do passado, me provocaram a vontade de preparar e prometer para amanhã um novo post: tudo o que você sempre quis saber sobre a Argentina e não tinha blogueiro para perguntar! Se tiver curiosidades sobre história ou cultura ou política argentinas, deixe as perguntas aqui hoje. Obviamente não prometo ter resposta para tudo, mas se não tiver eu procuro. Quero contar-lhes um pouco sobre a história do peronismo, e porque eu acho o momento político argentino tão cheio de transformações reais. Prometo não fazer nenhuma comparação com um certo governo latino-americano do qual se esperava muito.

A caixa de comentários do post de ontem é das melhores da história do Biscoito. Compusemos uma verdadeira coleção de casos de blogueiros conhecendo seus ídolos: Cláudio Simões conta um insólito encontro com Caetano, Felicia narra um lindo encontro com Saramago, Leila nos dá umas das mais belas descrições do presidente Lula e Viva relata uma impressionante visita de Paulinho da Viola. Há muito mais, não deixe de conferir e acrescentar a sua também, se ainda não o fez. Valeu.

PS de atualização, 10 de abril, 19:30 de Brasília: Há uma informação desatualizada neste post, culpa do vício incontrolável por blogs, que já não me deixa tempo para ler jornais com a atenção que deveria. Meu caro Daniel Link me informa que já há nove meses ele não é o editor do caderno literário do Página 12. Minha informação estava uma gravidez atrasada! Fica o agradecimento ao Daniel e a correção.



  Escrito por Idelber às 00:41 | link para este post | Comentários (30)


Comentários

#1

Puxa, meu maior prazer em ter meu blog linkado aqui é saber que você visita cada um da sua lista também com prazer! :0) Quanto aos links, eu os incluo no meu blog através do Bloglines ou no HTML mesmo, no caso de blogs que não tenha RSS disponível. Se o Rafael não souber, me avisa que te ajudo a descobrir como fazer. Abraços.

Roberta Febran em abril 9, 2005 2:02 AM


#2

Idelber, entrei aqui para te dar uma dica e a Roberta já tinha citado. Lendo 120 blogs o Bloglines é questão de sobrevivência para vc. Ao menos foi para mim rs... Tenho uns 180 blogs listados lá, e não teria tempo para mais nada na vida se não recebe as atualizações via este leitor de rss. Visito os blogs sempre que tenho algo a comentar, mas os posts eu leio no bloglines. Recomendo para ontem!

Donizetti em abril 9, 2005 2:53 AM


#3

Bom dia, Idelber, aconteceu o que eu previa: sua palestra foi um sucesso! Seus posts estão se tornando um vício: acordo e corro prá cá, vou perseguindo os links e já saio de casa com a cabeça fervendo. Agora Cortazar está na minha lista. O Martinez, idem. Algumas idéias suas ficam arquivadas para que eu possa fazer posts correlatos. Ô trabalhera, sô! Mas que é bão, é!

Cláudio em abril 9, 2005 4:42 AM


#4

Ótima dica a do blog do Daniel Link, Idelber. Na primeira passada de olhos já fiquei sabendo desse processo kafkiano contra o escritor argentino Ricardo Piglia, um autor que gosto muito.

Ou melhor, o manifesto dos autores em favor dele me levou a fuçar a história no Google News Argentina, e ler sobre o fato insólito.

PS: eu tenho 82 feeds de Blogs na minha lista do Bloglines. Confesso que visito com bem menos freqüência aqueles que não têm feed e tenho que visitar "manualmente"...

Marcus Pessoa em abril 9, 2005 6:49 AM


#5

Gostei muito do site, visite Eutex World e se gostar poderia colocar meu link aqui ?
Estou começando e toda força é benvinda.

Abraço

Eugenio

Eutex em abril 9, 2005 7:43 AM


#6

éste no es un comentario, querido amigo, sólo un recordatorio... te escribo luego para consolidar lo de octubre con algunas amenazas adicionales a las ya hechas...

pablo oyarzun em abril 9, 2005 9:21 AM


#7

Sobre a palestra: aqui estou eu idiotamente em minha janela, com um cartaz Rede Globo-like de "Eu já sabia".

Bom, Idelber, moro ao lado dos argentinos, mas ainda me surpreendo quando um platino diz: "somos los mejores" ou quando um torcedor do Boca declara que sua torcida es la mitad más uno del pais. Mesmo assim, admiro-os muito quando não estão jogando futebol contra mim.

Uma pergunta e uma curiosidade de anos: por que aquela bela argentina chamada Patricia Walsh não quis dar para mim em Jurerê, mesmo depois de uma semana de maravilhoso investimento, mesmo quando tudo parecia tão lindo e receptivo e correspondido? Snif. Outra: gostaria que tu respondesses quais são os livros que consideras essenciais para que se possa dizer "conheço a pedra fundamental e o melhor da produção literária dos odiosos argentinos". Limite implacável: 10 obras.

Grande abraço. (Seja indulgente na resposta à primeira pergunta, tá? Deixei uma bola picando, mas lembre que és um mineiro legal.)

Milton Ribeiro em abril 9, 2005 9:34 AM


#8

No soy tan valiente como Julieta y escribo en español. La conferencia sobre Cortázar y la discusión posterior estuvieron muy bien; la cena con Idelber y la charla inmejorables...inteligencia y calidez. Gracias

Selma em abril 9, 2005 10:04 AM


#9

idelber. e teu olhar de passaro destemido fez do orvalho um manto de mar. palestrou em casa. é porque a morada é onde o pólen arremeça o seu hálito. a casa é onde o pássaro acalma sua dor. abraços

mario cezar"coivara" em abril 9, 2005 10:38 AM


#10

Que bom que a palestra foi um sucesso e que, principalmente, vc gostou. Pq muitas vezes as pessoas gostam e nós não!! Mas é ótimo quando TODOS gostam. Em relação aos encontros com ídolos, eu tive alguns com meu ídolo no mundo da Ecologia, o Dr. Stuart Pimm, que está em Duke University agora. O cara é muiiiiiiito bom, um super-ultra-mega ecólogo. Ele acabou fazendo uns trabalhos em colaboração com minha ex-orientadora e nos conhecemos. E na última vez que estivemos juntos, numa expedição para National Geographic, ele me salvou do ataque de formigas (que eu tenho PAVOR!). Me carregou no colo num ataque de pânico que eu tive...e eu (apesar do pânico) só pensava assim: " cadê os meus amigos para ver isso?! Alguém fotografa este momento por favor!!! Hahahaha".
E qto a Argentina...vc já ouviu falar da poetisa Alfonsina Storni? Pois bem, ela é minha tataravó. Poemas lindos, lindos. Alguém me disse que a Mercedes Sosa musicou um dos poemas dela...mas eu nem conferi a informação!
Grande beijo e bom fim de semana.

Alline em abril 9, 2005 10:51 AM


#11

Conhecendo o caráter impiedoso da academia americana, pelo menos na área de exatas, não quis falar nada antes para não dar paúra, se bem que você já é macaco velho. Mas parabéns por ter se saído bem da arapuca que armaste !!

grande abraço

smart shade of blue em abril 9, 2005 11:17 AM


#12

Quanto a Argentina: Quando começou esta rixa entre os brasileiros e os argentinos? Seria apenas coisa de futebol ou tem origem anterior?

Ulisses Crasso em abril 9, 2005 11:56 AM


#13

"Inteligente" é certamente um adjetivo muito mais relacionado à delicadeza inaudita do Idelber do que a quaisquer qualidades que meu blog possa ter. Mas esse comentário não é só para isso: quero também salientar que é sempre um prazer ler sobre literatura latino-americana. Sou praticamente um neófito nesse campo, nunca li Cortázer, mas tenho que dizer que Vargas Llosa, Garcia Marquez, Rulfo, Bolaño têm obras absolutamente imperdíveis, que estão facilmente no mesmo nível dos meus escritores americanos/europeus favoritovs, como Schnitzler, Fitzgerald, Fante, Orwell etc. Isso para não falar do gigantesco Douglas Adams.

Rei Açúcar em abril 9, 2005 2:33 PM


#14

Idelber, parabéns pelo sucesso da palestra, e obrigada pela menção... Mas uma coisa que eu deixei de comentar na minha impressão sobre o Lula (em meados de 95) é que ele tem uma dignidade, um carisma palpável, uma qualidade diferente da maioria das pessoas. Embora pequeno e redondinho, ele impõe imenso respeito. Isso só dá para a pessoa entender se chegar bem perto dele.

Leila em abril 9, 2005 3:58 PM


#15

Felicitaciones y gracias Idelber. La conferencia fue muy estimulante y disfrutamos mucho la conversación en la cena (e mea filhinha Elisa, bebê tranqüilíssimo, también pasó un muy buen momento).
Espero que nos encontremos otra vez para continuar esa conversación e inventar otras.

Felipe Troncoso em abril 9, 2005 7:29 PM


#16

Olá, já visitava voce regularmente, porem, nunca comentei. Como voce nos deu o direito de perguntar: fale mais sobre o craque Omar Sívori! E sobre o Maradona, algo que me ocorreu estes dias: será que ele foi o único craque da história a pegar um timeco (Nápoles) e transformar em time grande (mesmo que por um curto período)?

Gabriel em abril 9, 2005 9:48 PM


#17

idelber, sabe o que eu pensei sobre esse negócio de ler blogs alheios?
é uma delicia, mas toma o maior tempo, se a pessoa escreve e linka muito.
eu acho que vou parar de linkar.
sério.
para não dar trabalho pros leitores.
e vou estipular um máximo de tamanho: uns 2000 toques.
o que acha?

lucia carvalho em abril 9, 2005 10:08 PM


#18

Gracias a ti por la compañía y por la charla que tanto disfrutamos, junto a la conversación durante la cena.
Nos vemos por los otros sures

muchos saludos
Maca

Macarena em abril 9, 2005 11:33 PM


#19

Queridos, muito obrigado pelas mensagens, todas elas lidas com atenção e carinho. Foi um dia cheio de compromissos, então hoje o blog vai ficar sem atualização até mais tarde. Sugestõs e perguntas anotadas. Abraços,

Idelber em abril 10, 2005 1:05 AM


#20

Nossa! Eu já estou preocupado por acompanhar regularmente uns 10% do número de blogs que vc acompanha... Isso vicia muito!

E parabéns pela palestra!

Ah! E meu nome não tem acento. Sei que parece ridículo, inclusive porque, pelas regras de acentuação, o nome deveria ser acentuado. Mas é uma mania da família de meu pai, não botar acento nos nomes dos filhos. Daí, temos Alvaro, Virginia e... Claudio. Fui registrado assim e, quando vejo o nome com acento, parece que não sou eu. E como minha personalidade é esquizóide... Já viu, né? Hehehehehehe. Um abraço!

Claudio Simões em abril 10, 2005 7:37 AM


#21

Você tá muito chique! Como dizem em Minas. Desejei SUCESSO e ele parece que veio à galope.
Quer dizer então que passa pelos blogs e não deixa comentários...hum hum. Vou fazer isso por aqui e guardar minhas idéias. Pensando melhor acho que vou lhe dar um puxão de orelhas...Terça-feira lá no Luz. Me aguarde! Beijus, Luma

Luma em abril 10, 2005 11:17 AM


#22

Jóvem Idelber

Adoro viajar nos seu escritos, e tenho inveja de não poder visitar tantos blogs quanto você.
Essa organização do tempo é que me falta.
Meus parabéns pelo seu sucesso na última apresentação sobre Cortázar.
Se você é capaz de cumprir todos os seus compromissos profissionais e familiares e ainda manter a interlocução com as amizades, não entendo como você tem tempo para o blog. Se entro no seu blog é porque gosto do assunto, mas gosto também da sua organização dos afazeres..
parabens

Elifas em abril 10, 2005 1:23 PM


#23

Idelber, um link prá vc visitar:

  • Cronopios
  • que é de uma revista eletrônica de arte e literatura... achei que já pelo nome possa te interessar: "cronopios", coisa do Cortázar. Abraços.

    Cláudio em abril 10, 2005 1:41 PM


    #24

    Estive lendo seu blog do dia 31 de março, Fenomenologia da Fumaça. Pelo silêncio você já passou pelo pior: a recaida. Eu fumei 10 anos e parei sem traumas. É um grande sucesso. Meus parabens.

    Elifas em abril 10, 2005 1:41 PM


    #25

    Quer dizer então que além de todas as suas atribuições profissionais e familiares ainda arranja tempo para visitar 120 blogs?!!Você é meu ídolo também no quesito organização do tempo. Eu, que só visito uns 15, já me atrapalho toda...
    Parabéns pela palestra (pelos comentários em espanhol já daria pra ver que foi um sucesso) e obrigada pela menção.

    Viva em abril 10, 2005 4:22 PM


    #26

    Vou gostar de aprender mais sobre história e cultura de nuestros hermanos mas continuo aguardando a prometida (sem trocadilhos) história da Palestina.

    Viva em abril 10, 2005 7:37 PM


    #27

    Ueba, um link pro Cria !!!Obrigada pela atenção,Idelber. Pelo menos uma cruzeirense pra pentelhar os atleticanos daqui, não é mesmo ? Valeu ! Ah, fiquei feliz que tenha corrido tudo bem na sua palestra. Um abraço !

    Fefê em abril 10, 2005 9:00 PM


    #28

    Idelber querido, que delícia de viagem a sua. Parabéns pelo sucesso da palestra!!! Abração!!!!

    Elisa em abril 10, 2005 10:03 PM


    #29

    Estou chegando meio atrasado para responder os comentários desta caixa, mas não queria deixar sem resposta os amigos que deixaram perguntas.

    Lucia: hmmmm, sei não. Sempre acho melhor linkar à beça e deixar o leitor ir seguindo os links na medida em que dá. Eu quase nunca sigo de cara, leio todo o texto primeiro, especialmente em blogs como o seu, onde o texto me prende!

    Gabriel: eu acho que sim, acho que Maradona foi o único, que eu saiba, a fazer um milagre daqueles. O outro, claro, foi um brasileiro: o Galinho de Quintino no Udinese. Mas há um brasileiro que sabe 50 vezes mais que eu sobre futebol argentino: é o Ubiratan do Balípodo.

    Ulisses: uma boa data para começar a localizar o nascimento da rivalidade entre Brasil e Argentina é a guerra pelo controle da Província Cisplatina, que depois se independizou e virou Uruguai. Foi na década de 1820, quase um século antes dos primeiros embates no futebol!

    Abraços a todos,

    Idelber em abril 11, 2005 12:07 PM


    #30

    Muy buena conjunción. Viva la conjunción!

    gracias por la visita! Volvé siempre!

    maxicrespi em abril 12, 2005 10:27 PM