Meu Perfil
Um blog de esquerda sobre política, literatura, música e cultura em geral, com algum arquivo sobre futebol. Estamos na rede desde 28/10/2004.



Email:
idelberavelar arroba gmail ponto com

No Twitter No Facebook No Formspring No GoogleReader RSS/Assine o Feed do Blog

O autor
Curriculum Vitae
 Página pessoal em Tulane


Histórico
 setembro 2015
 dezembro 2014
 outubro 2014
 maio 2014
 abril 2014
 maio 2011
 março 2011
 fevereiro 2011
 janeiro 2011
 dezembro 2010
 novembro 2010
 outubro 2010
 setembro 2010
 agosto 2010
 agosto 2009
 julho 2009
 junho 2009
 maio 2009
 abril 2009
 março 2009
 fevereiro 2009
 janeiro 2009
 dezembro 2008
 novembro 2008
 outubro 2008
 setembro 2008
 agosto 2008
 julho 2008
 junho 2008
 maio 2008
 abril 2008
 março 2008
 fevereiro 2008
 janeiro 2008
 dezembro 2007
 novembro 2007
 outubro 2007
 setembro 2007
 agosto 2007
 julho 2007
 junho 2007
 maio 2007
 abril 2007
 março 2007
 fevereiro 2007
 janeiro 2007
 novembro 2006
 outubro 2006
 setembro 2006
 agosto 2006
 julho 2006
 junho 2006
 maio 2006
 abril 2006
 março 2006
 janeiro 2006
 dezembro 2005
 novembro 2005
 outubro 2005
 setembro 2005
 agosto 2005
 julho 2005
 junho 2005
 maio 2005
 abril 2005
 março 2005
 fevereiro 2005
 janeiro 2005
 dezembro 2004
 novembro 2004
 outubro 2004


Assuntos
 A eleição de Dilma
 A eleição de Obama
 Clube de leituras
 Direito e Justiça
 Fenomenologia da Fumaça
 Filosofia
 Futebol e redondezas
 Gênero
 Junho-2013
 Literatura
 Metablogagem
 Música
 New Orleans
 Palestina Ocupada
 Polí­tica
 Primeira Pessoa



Indispensáveis
 Agência Carta Maior
 Ágora com dazibao no meio
 Amálgama
 Amiano Marcelino
 Os amigos do Presidente Lula
 Animot
 Ao mirante, Nelson! (in memoriam)
 Ao mirante, Nelson! Reloaded
 Blog do Favre
 Blog do Planalto
 Blog do Rovai
 Blog do Sakamoto
 Blogueiras feministas
 Brasília, eu vi
 Cloaca News
 Consenso, só no paredão
 Cynthia Semíramis
 Desculpe a Nossa Falha
 Descurvo
 Diálogico
 Diário gauche
 ¡Drops da Fal!
 Futebol política e cachaça
 Guaciara
 Histórias brasileiras
 Impedimento
/  O Ingovernável
 Já matei por menos
 João Villaverde
 Uma Malla pelo mundo
 Marjorie Rodrigues
 Mary W
 Milton Ribeiro
 Mundo-Abrigo
 NaMaria News
 Na prática a teoria é outra
 Opera Mundi
 O palco e o mundo
 Palestina do espetáculo triunfante
 Pedro Alexandre Sanches
 O pensador selvagem
 Pensar enlouquece
 Politika etc.
 Quem o machismo matou hoje?
 Rafael Galvão
 Recordar repetir elaborar
 Rede Brasil Atual
 Rede Castor Photo
 Revista Fórum
 RS urgente
 Sergio Leo
 Sexismo na política
 Sociologia do Absurdo
 Sul 21
 Tiago Dória
 Tijolaço
 Todos os fogos o fogo
 Túlio Vianna
 Urbanamente
 Wikileaks: Natalia Viana



Visito também
 Abobrinhas psicodélicas
 Ademonista
 Alcinéa Cavalcante
 Além do jogo
 Alessandra Alves
 Alfarrábio
 Alguém testou
 Altino Machado
 Amante profissional
 Ambiente e Percepção
 Arlesophia
 Bala perdida
 Balípodo
 Biajoni!
 Bicho Preguiça
 Bidê Brasil
 Blah Blah Blah
 Blog do Alon
 Blog do Juarez
 Blog do Juca
 Blog do Miro
 Blog da Kika Castro
 Blog do Marcio Tavares
 Blog do Mello
 Blog dos Perrusi
 Blog do Protógenes
 Blog do Tsavkko, Angry Brazilian
 Blogafora
 blowg
 Borboletas nos olhos
 Boteco do Edu
 Botequim do Bruno
 Branco Leone
 Bratislava
 Brontossauros em meu jardim
 A bundacanalha
 Cabaret da Juju
 O caderno de Patrick
 Café velho
 Caldos de tipos
 Cão uivador
 Caquis caídos
 O carapuceiro
 Carla Rodrigues
 Carnet de notes
 Carreira solo
 Carta da Itália
 Casa da tolerância
 Casa de paragens
 Catarro Verde
 Catatau
 Cinema e outras artes
 Cintaliga
 Com fé e limão
 Conejillo de Indias
 Contemporânea
 Contra Capa
 Controvérsia
 Controvérsias econômicas
 Conversa de bar
 Cria Minha
 Cris Dias
 Cyn City
 Dançar a vidao
 Daniel Aurélio
 Daniel Lopes
 de-grau
 De olho no fato
 De primeira
 Déborah Rajão
 Desimpensável/b>
 Diário de Bordo
 Diario de trabajo
 Didascália e ..
 Diplomacia bossa nova
 Direito e internet
 Direitos fundamentais
 Disparada
 Dispersões, delírios e divagações
 Dissidência
 Dito assim parece à toa
 Doidivana
 Dossiê Alex Primo
 Um drible nas certezas
 Duas Fridas
 É bom pra quem gosta
 eblog
 Ecologia Digital
 Educar para o mundo
 Efemérides baianas
 O escrevinhador
 Escrúpulos Precários
 Escudinhos
 Estado anarquista
 Eu sei que vivo em louca utopia
 Eu sou a graúna
 Eugenia in the meadow
 Fabricio Carpinejar
 Faca de fogo
 Faça sua parte
 Favoritos
 Ferréz
 Fiapo de jaca
 Foi feito pra isso
 Fósforo
 A flor da pele
 Fogo nas entranhas
 Fotógrafos brasileiros
 Frankamente
 Fundo do poço
 Gabinete dentário
 Galo é amor
'  Garota coca-cola
 O gato pré-cambriano
 Geografias suburbanas
 Groselha news
 Googalayon
 Guerrilheiro do entardecer
 Hargentina
 Hedonismos
 Hipopótamo Zeno
 História em projetos
 Homem do plano
 Horas de confusão
 Idéias mutantes
 Impostor
 Incautos do ontem
 O incrível exército Blogoleone
 Inquietudine
 Inside
 Interney
 Ius communicatio
 jAGauDArTE
 Jean Scharlau
 Jornalismo B
 Kit básico da mulher moderna
 Lady Rasta
 Lembrança eterna de uma mente sem brilho
 A Lenda
 Limpinho e cheiroso
 Limpo no lance
 Língua de Fel
 Linkillo
 Lixomania
 Luz de Luma
 Mac's daily miscellany
 O malfazejo
 Malvados
 Mar de mármore
 Mara Pastor
 Márcia Bechara
 Marconi Leal
 Maria Frô
 Marmota
 Mineiras, uai!
 Modos de fazer mundos
 Mox in the sky with diamonds
 Mundo de K
 Na Transversal do Tempo
 Nación apache
 Nalu
 Nei Lopes
 Neosaldina Chick
 Nóvoa em folha
 Nunca disse que faria sentido
 Onde anda Su?
 Ontem e hoje
 Ou Barbárie
 Outras levezas
 Overmundo
 Pálido ponto branco
 Panóptico
 Para ler sem olhar
 Parede de meia
 Paulodaluzmoreira
 Pecus Bilis
 A pequena Matrioska
 Peneira do rato
 Pictura Pixel
 O pífano e o escaninho
 Pirão sem dono
 políticAética
 Política & políticas
 Política Justiça
 Politicando
 Ponto e contraponto
 Ponto media
 Por um punhado de pixels
 Porão abaixo
 Porco-espinho e as uvas
 Posthegemony
 Prás cabeças
 Professor Hariovaldo
 Prosa caótica
 Quadrado dos Loucos
 Quarentena
 Que cazzo
 Quelque chose
 Quintarola
 Quitanda
 Radioescuta Hi-Fi
 A Realidade, Maria, é Louca
 O Reduto
 Reinventando o Presente
 Reinventando Santa Maria
 Retrato do artista quando tolo
 Roda de ciência
 Samurai no Outono
 Sardas
 Sérgio Telles
 Serbão
 Sergio Amadeu
 Sérgio blog 2.3
 Sete Faces
 Sexismo e Misoginia
 Silenzio, no hay banda
 Síndrome de Estocolmo
 O sinistro
 Sob(re) a pálpebra da página
 Somos andando
 A Sopa no exílio
 Sorriso de medusa
 Sovaco de cobra
 Sub rosa v.2
 SublimeSucubuS
 Superfície reflexiva
 Tá pensando que é bagunça
 Talqualmente
 Taxitramas
 Terapia Zero
 A terceira margem do Sena
 Tiago Pereira
 TupiWire
 Tom Zé
 Tordesilhas
 Torre de marfim
 Trabalho sujo
 Um túnel no fim da luz
 Ultimas de Babel
 Um que toque
 Vanessa Lampert
 Vê de vegano
 Viajando nas palavras
 La vieja bruja
 Viomundo
 Viraminas
 Virunduns
 Vistos e escritos
 Viva mulher
 A volta dos que não foram
 Zema Ribeiro







selinho_idelba.jpg


Movable Type 3.36
« A nova pesquisa Gallup :: Pag. Principal :: O que eu quero saber também »

domingo, 03 de fevereiro 2008

Guia completo da super terça-feira democrata

Aí vão algumas observações sobre o estado atual das pesquisas nos estados da Super Terça. Estas primárias democratas não serão do tipo “vencedor leva tudo”, mas também não são exatamente proporcionais. Na maioria dos estados, o vencedor de cada distrito leva a totalidade dos delegados do dito cujo. O saldo de gols, portanto, importa, mas vencer um estado por 60 x 40 não garante 60% dos delegados. Todos os gráficos abaixo foram retirados do Talking Points Memo e parte da minha análise também é baseada na do Josh Marshall, que tem sido um ótimo guia da campanha. Boa parte dos outros blogs democratas se perderam neste ano. A observação vale para os dois lados.

Alabama, 52 delegados: Hillary chegou a estar na frente por 20 pontos em algumas pesquisas, mas a situação atual é de empate técnico. A diferença caiu 10 pontos em uma semana. No Alabama, o eleitorado negro é parte significativa da primária democrata e há motivos para acreditar que a goleada de Obama na Carolina do Sul terá impacto por lá. A curva da pesquisa é clara:

alabama.png


Alaska, 13 delegados: Não há pesquisas. É um dos estados mais “vermelhos” (Republicanos) da União e os Clinton não são exatamente populares por lá. Tudo aqui é chute, mas eu cravaria um 8 x 5 ou um 7 x 6 para Obama.

Arizona, 56 delegados: O TPM está trabalhando com uma pesquisa que mostra Hillary na frente por 10 pontos, mas a Rassmussen de hoje já mostra 46 x 41, quase um empate técnico. A popular governadora Janet Napolitano apóia Obama e o congressista Raul Grijalva pulou do barco de Edwards para o de Obama. Este é um estado que você já pode cravar Republicano em novembro. McCain não perde lá de jeito nenhum. Nas primárias democratas, no entanto, o Arizona é importante. Escrevam aí: esta pesquisa do AZ Central, dando vantagem de 21 pontos para Hillary, está maluca.

Arkansas, 35 delegados: Não há pesquisas, mas é goleada de Hillary, claro. É o seu antigo estado. Bill Clinton lá é mais popular que Elvis Presley. A esperança da campanha de Obama é abocanhar alguns delegados graças à população afro-americana de Little Rock.

Califórnia, 370 delegados. Não há dúvidas: é o estado chave. Acompanhe com interesse qualquer movimentação de 1 ponto na Califórnia na terça-feira. Hillary chegou a estar na frente por 25 pontos. O gráfico abaixo mostra um 45 x 37, mas a Rassmussen de hoje já registra um empate técnico: 43 x 40 para Clinton. O dado mais interessante da pesquisa de hoje é que Edwards ainda consegue 9%, número que ele dificilmente manterá na terça, apesar de que seu nome ainda consta da cédula. A migração desses votos é decisiva. Para tornar a coisa mais emocionante, só 69% dos eleitores declaram ter certeza de seu voto. É um número baixo, considerando que estamos na antevéspera das primárias.

california.png

Colorado, 55 delegados
. Obama lidera por 2 pontos, ou seja, a situação é de empate técnico. Como o antigo prefeito de Denver, Federico Peña, só há pouco tempo declarou o apoio o Obama, seus números entre o importante eleitorado hispânico devem crescer.

Connecticut, 48 delegados
. Outro importantíssimo estado. Hillary teve enorme vantagem aqui, mas os apoios de Caroline e Ted Kennedy, do vizinho Massachusetts, sem dúvida tiveram seu impacto. A pesquisa que está manejando o TPM mostra empate, mas a Survey USA dá Obama 48 x 44. Não se assuste se essa diferença aumentar.

Delaware, 15 delegados
. Não há pesquisas.

Geórgia, 87 delegados. Obama está na frente por 6 pontos. Os negros representam 47% dos eleitores das primárias democratas. Ali é batata: quanto mais gente votar em Atlanta e na cidade universitária de Athens, terra do nosso querido REM, melhor para Obama. Quando mais gente votar nos subúrbios ricos e no meio do mato, melhor para Hillary.

georgia.png

Idaho, 18 delegados. Acreditem em mim: qualquer pessoa que disser que sabe o que vai acontecer lá está chutando.

Illinois, 153 delegados. Goleada fácil de Obama, senador pelo estado. É possível que seja a maior diferença de toda a Super Tuesday. Não se espante se Obama vencer com o dobro de votos de Hillary. Quanto maior for o comparecimento, evidentemente, melhor para ele.

Kansas, 32 delegados. Não há pesquisas, mas é o estado em que moraram os avós maternos de Obama e ele tem o apoio da governadora Kathleen Sebelius. O Biscoito aposta numa vitória de Obama por margem que pode ir de pequena até bem significativa.

Massachusetts, 93 delegados
. Estado importante, e não só pelo número de delegados. Hillary tinha uma vantagem imensa, mas o apoio dos nativos Ted e Caroline Kennedy fez toda a diferença. A Hassmussen ainda registra 43 x 37, mas a diferença vem caindo em ritmo vertiginoso. Se Obama vencer Massachusetts, será a virada do século. Comparável àquele 4 x 3 do Vasco no Palmeiras.

Minnesota, 72 delegados
. Há uma vantagem pequena de Clinton. Outra batata demográfica: Obama vence nas “cidades gêmeas” (Minneapolis e Saint Paul) e Hillary vence nos subúrbios ricos. As áreas rurais registravam forte apoio a Edwards e podem decidir a parada.

Missouri, 72 delegados
. Quadro muito parecido, com vantagem pequena para Clinton.

New Jersey, 107 delegados. A vantagem de Clinton aqui é bem grande. A pesquisa da Quinnipiac registra Clinton 49 x 32 Obama.

New Mexico, 26 delegados
. Não há pesquisas. Um espirro do Governador Bill Richardson aqui, para um lado ou outro, pode decidir a parada. Ele é bem popular.

New York, 232 delegados. Será uma vitória de Clinton, sem dúvida. Ela é senadora pelo estado. Mas o que se esperava era uma goleada e talvez não seja bem assim. A pesquisa da Rassmussen registra um 52 x 34. A curva é semelhante a dos outros estados, com crescimento de Obama, especialmente na cidade de Nova York. No norte do estado e nos subúrbios, é goleada de Clinton.

North Dakota, 13 delegados. Não há pesquisas. Sim, há seres humanos morando lá.

Oklahoma, 38 delegados. Vantagem bem significativa de Clinton. Edwards tinha muito apoio aqui e estava em segundo nas pesquisas, na frente de Obama. A Survey USA de 27/01 dava Hillary com 44%, Edwards com 27, Obama com 19. Para onde migrarão os 27 de Edwards é chave, claro. É bem possível que migrem majoritariamente para Hillary, aumentando ainda mais a vantagem sobre Obama.

Tennessee, 68 delegates. Vantagem bem razoável de Hillary. Tennessee deve seguir o padrão de outros estados do sul, com voto racializado. O eleitorado negro lá, no entanto, é bem menor que o da Carolina do Sul ou da Geórgia (representarão não mais que 23% das primárias democratas). Minha aposta é que Clinton leva, não sei por quanto.

Utah, 23 delegados. Num dos estados mais “vermelhos” (Republicano) e mais brancos (racialmente) do país, Hillary lidera com boa margem. Mas Obama viaja para lá amanhã. Deverá haver gente no comício que estará vendo, pela primeira vez na vida, um negro ao vivo fora da arena de basquete do Utah Jazz.

Como se vê, a tendência é de curva ascendente de Obama na maioria dos estados. Não se sabe se ela é acentuada o suficiente. O jogo estava 4 x 1 para Clinton no primeiro tempo. Estamos a 30 minutos do segundo e Obama já encostou, 4 x 3. Os quinze minutos finais serão eletrizantes. O Biscoito acompanhará, na noite de terça-feira, em tempo real.

PS 1: O custo das guerras dos Estados Unidos, em dólares de 2007.

PS 2: O blog deseja toda a sorte na casa nova ao Imprensa Marrom e ao Gravataí Merengue.

PS 3: Estou temporariamente sem acesso à Folha e ao Globo. Quem quiser, pode deixar algum comentário sobre a cobertura desses jornais.



  Escrito por Idelber às 06:22 | link para este post | Comentários (15)


Comentários

#1

Idelber,

Mais uma informação para completar: os Iowa Electronic Markets ainda estão dando 60% de chance de a Hillary levar a nominação:

http://www.biz.uiowa.edu/iem/markets/nomination08.html

Se você acha que o Obama leva, por conta do movimento de alta nas últimas pesquisas, você pode fazer um dinheirinho comprando as ações do Obama lá -- se ele ganhar, você faz 60 centavos por dólar investido.

Abração!

Rafael M em fevereiro 3, 2008 9:02 AM


#2

Idelber

Repetindo o que escrevi depois de Nevada: Obama venceu na maioria dos condados fora de Clark County e seus subúrbios. Não apostaria no pessoal democrata fora dos grandes centros votando em Hillary na Georgia e em Minnesota...

Aliás, o grande trunfo de Hillary parece ser as mulheres solteiras, o que daria uma vantagem justamente nos grandes centros, não?

André Kenji em fevereiro 3, 2008 9:37 AM


#3

Aliás...

http://www.tulsaworld.com/news/article.aspx?articleID=20080203_1_A1_BIELW85083

At least one of those Edwards supporters said he probably will stay home on Tuesday.

"I think I may save my vote until the general election," said Sam Henry of Bixby. "The Democrats aren't going to have anyone I want to vote for."

Henry said McCain now is his first choice.

André Kenji em fevereiro 3, 2008 9:42 AM


#4

Idelber,

Saiu mais um pacote de pesquisas do Zogby:

http://zogby.com/news/ReadNews.dbm?ID=1444

Em resumo:

New Jersey: Clinton 43% Obama 42%
Georgia: Clinton 28% Obama 48%
Missouri: Clinton 44% Obama 43%
California: Clinton 41% Obama 45%

Lá vem a onda Obama...

Luiz em fevereiro 3, 2008 11:40 AM


#5

Empate em New Jersey??????

Não acredito. Preciso tomar café e ler de novo.

Idelber em fevereiro 3, 2008 12:49 PM


#6

Idelber

Deixe o café para depois que o Zogby não é tão confiável quanto o Survey USA e o Gallup.

André Kenji em fevereiro 3, 2008 1:19 PM


#7

Está bem embolado a disputa democrática. Antes os colunistas tinham certeza que Hillary seria a vencedora. Hoje não há certeza. Será que vai dar Obama??

daniel miyagi em fevereiro 3, 2008 1:46 PM


#8

Vou te acompanhar na terça, Idelber, já q meu carnaval está na paz - ainda bem.

Seu comentário sobre North Dakota é hilário. Adorei. :D

Lucia Malla em fevereiro 3, 2008 2:02 PM


#9

Idelber

A já provável indicação democrata e a possível eleição de Obama à presidência dos Estados Unidos põe nua a questão: quais limites serão postos ao seu discurso "mudancista" após a posse?
Lá, como aqui, a defesa do "bom ambiente para os negócios" é a senha? a indústria de armamentos norteamericana, por exemplo, tem poder de fogo -perdoe o trocadilho, inevitável- para barrar uma guinada de 180º na política externa? e o lobby agropecuário, vai assistir resignado o fim dos subsídios?
Até onde quer e pode ir Obama?
Sigo seu fã. Abraços.

paulo galo em fevereiro 3, 2008 2:13 PM


#10

Obrigado, Lu, Paulo, Daniel, todos :-)

Rafael, é a hora perfeita para quem gosta de apostar -- ainda é zebra, mas com muita chance...

Idelber em fevereiro 3, 2008 7:33 PM


#11

North Dakota, 13 delegados. Não há pesquisas. Sim, há seres humanos morando lá.

That one made me smile.

Deverá haver gente no comício que estará vendo, pela primeira vez na vida, um negro ao vivo fora da arena de basquete do Utah Jazz.

A gente na Utah nao e tan branco, alguns tem o sobrenome "Black."

Mac Williams em fevereiro 3, 2008 9:53 PM


#12

André, as tracking polls do Zogby este ano acertaram IA, NV, SC e FL nas primárias republicanas.

Elas também deram vantagem de 6 para Clinton em NV e de 15 para Obama em SC.

Ou seja, nas tracking polls o Zogby vem acertando este ano.

Idelber em fevereiro 3, 2008 10:00 PM


#13

Mac, it was only recently that I found out that whiter states do exist -- Maine and Vermont, if I recall correctly.

Idelber em fevereiro 3, 2008 10:09 PM


#14

Valeu pelos votos de boa sorte, meu caro! E a moçada precisa compreender que não há uma "onda mudancista" com Obama. Você, inclusive, já explicou isso aqui.

Há um oba-oba? Sem dúvida. Seria interessante sua indicação? Sem dúvida. Eu mesmo, daqui de longe, digamos que "torço" para Obama. Mas não entro nessa de que é o "discurso da mudança".

Trata-se de uma eleição simbólica num país que, hoje, talvez precise mais do que nunca de novos símbolos. Mas os discursos de Obama, pelo que pude ler, são até bem "conservadores". O cabra não dá ponto sem nó.

No mais, viu o aplique do Reinaldo Azevedo? Ele tá levando um sarrafo do Nassif no IBEST, e agora usa o GOOGLE TRENDS (JURO!) para dizer que tem mais leitores. Parece piada.

Grande abraço!

ps - no seriado "The West Wing", há uma comissão do estado de "North Dakota" querendo mudar o nome para apenas "Dakota". E aí começa um puta debate desgraçado, e a representante da Casa Branca, já meio puta quando começam a comparar os índices de turismo com os de "South Dakota", acaba soltando a máxima: "talvez o Monte Rushmore tenha uma influência um pouco mais importante do que a presença da palavra 'North' no estado de vocês, não?".

pps - Obama ganhando na California? Se isso for verdade - e confirmado o "empate técnico" em NJ... Acho que a vai rachar a laje da mulher do William.

Gravatai Merengue em fevereiro 5, 2008 3:11 AM


#15

Meu caro, Google Trends?????

Alguém tem que explicar para ele que o Google Trends mede a freqüência com que se procura o nome de desconhecidos!

E eu preciso assistir esse West Wing. Todo mundo fala nessa porra desse seriado.

Abração!

Idelber em fevereiro 5, 2008 6:07 AM